Correio de Uberlândia – Ambev vai construir fábrica de cerveja de R$ 550 mi em Uberlândia

 

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, vai anunciar hoje a instalação de uma fábrica de cerveja da Ambev em Uberlândia. Serão produzidas cervejas das marcas Skol, Brahma, Antarctica, Bohemia entre outras que a Ambev detém. O investimento da empresa na cidade é calculado em aproximadamente R$ 550 milhões. De acordo com o protocolo de intenções que será assinado hoje pelo governador mineiro e por diretores da Ambev, a unidade vai gerar 200 empregos diretos e 100 indiretos, totalizando 300 postos de trabalho.

As obras vão começar ainda neste ano e o início da produção está previsto para ocorrer em janeiro de 2014. A conclusão do empreendimento será em 2018. Inicialmente, haverá a produção somente de cerveja, mas há a perspectiva de a unidade também fabricar refrigerantes da empresa.

A capacidade instalada da unidade uberlandense da Ambev será de 800 milhões de litros, por ano, quando a fábrica atingir o ápice da produção em 2018. Com uma média mensal de 66 milhões de litros, a fábrica teria condições de envasilhar 110 milhões de garrafas de cerveja por mês.

A planta industrial será instalada em uma área a cerca de 25 km da região central uberlandense, nas imediações da BR-452, ao lado da antiga fábrica da Coalbra. A área tem aproximadamente 150 hectares. A Ambev já opera em Uberlândia desde 2010, quando inaugurou um centro de distribuição direta no Anel Rodoviário Airton Senna, no bairro Luizote de Freitas, zona oeste.

O município de Uberlândia e o governo mineiro negociam há cerca de um ano e meio com a direção da Ambev para atrair a fábrica de cerveja da empresa para a cidade. Havia a concorrência de outras cidades de Minas, de São Paulo e do Paraná.

Água será retirada do rio Araguari
A Ambev vai retirar a água para a produção de cerveja, na fábrica que será construída em Uberlândia, diretamente do leito do rio Araguari, na altura da represa de Miranda. Haverá um sistema de bombeamento com dutos instalados pela empresa.

Segundo uma informação apurada pela reportagem do CORREIO de Uberlândia, a quantidade de água que será utilizada pela empresa, quando a obra estiver concluída e a produção for iniciada, corresponderá ao consumo de uma população de 200 mil habitantes, ou praticamente um terço do número de habitantes de Uberlândia atualmente – que é de 619.536 habitantes.

Serão cedidos 500 litros de água por segundo para a empresa. O município de Uberlândia possui outorga de 6 mil litros por segundo e haverá a cessão de aproximadamente 8% da outorga da Prefeitura de Uberlândia para a Ambev investir na cidade.

Fábrica de adubos inicia operação
Durante a vinda do governador de Minas, Antonio Anastasia, a Uberlândia, também será oficializado o início das operações de uma fábrica de fertilizantes na cidade. A empresa começará sua produção hoje. A indústria, pertencente à empresa de biotecnologia Geociclo, terá capacidade de produção inicial de 25 mil toneladas de adubo por ano, valor que será quadruplicado até 2014 – quando a indústria espera faturar R$ 80 milhões – e foi responsável pela geração de 52 novos empregos neste primeiro momento, podendo chegar a 72 quando a expansão da unidade for concluída em 2014.

Para viabilizar os trabalhos, a Geociclo investiu cerca de R$ 48 milhões, valor correspondente à soma dos custos com a construção da fábrica, localizada na BR-365, a 28 km do perímetro urbano de Uberlândia, e com a pesquisa para a elaboração do fertilizante a ser produzido, que mistura matéria orgânica e mineral.

Segundo o presidente da Geociclo, Ernane Judice, o fertilizante produzido pela nova fábrica vai utilizar resíduos orgânicos provenientes do agronegócio da região.

Governador participa de evento
A empresa Geociclo, responsável pela abertura da fábrica de fertilizantes na BR-365, a 28 km de Uberlândia, vai assinar um protocolo de intenção de investimento com o governo de Minas Gerais. A solenidade será realizada nesta manhã na Prefeitura de Uberlândia e contará com a presença do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, do prefeito Odelmo Leão, do senador Aécio Neves, da secretária do Desenvolvimento de Estado de Minas Gerais, Dorothea Werneck, e do presidente do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), José Frederico Álvares.

Segundo o presidente da Geociclo, Ernane Judice, o evento é um ato simbólico, já que boa parte dos investimentos para a viabilização da fábrica em Uberlândia já foram realizadas.

http://www.correiodeuberlandia.com.br/cidade-e-regiao/ambev-vai-construir-fabrica-de-cerveja-de-r-550-mi-em-uberlandia

, , , , ,